Herói

Coloca a arma no chão!
Não tem inimigos na sua frente
Bem, ninguém que você deva amar
Menos do que a si mesmo.

Mãos atrás da cabeça!
Afinal, dá trabalho fazer o que faz
Todos merecem um descanso
Não o merecido, mas descansam.

Todo mundo circulando!
Circulando para fora
Dessa cela de medo aí.
Ficar estagnado não dá, né?

Somos heróis dos tempos passados
E vilões dos tempos futuros
Os atuais defensores da vida
Ultrapassados carrascos brutos
Somos a anátema de uma geração perdida,
Perdida entre os valentes e puros.

Sei bem que o fio da esperança
Por várias vezes foi remendado
E que pouco ou nada adianta
Carregar esse duro fardo
Mas um dia a paz nos corações estará

E eu vou dormir, sossegado!

Anúncios

Uma resposta em “Herói

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s